O que eu sou? O que eu fiz? O que eu quero ser?

 

Quando somos pequenos tanto faz, queremos ser tantas coisas, fazer tantas coisas, ir a tantos lugares, e aí crescemos e não percebemos o que realmente fizemos, cai a ficha que a nossa comodidade atrapalhou tudo, você afirma que não deixou a sua marca no mundo. Se pergunta “e se eu morrer amanhã, terei feito o suficiente?” Se eu me fizer essa pergunta a resposta vai ser não é claro, ainda tenho muito o que viver, aprender fazer, mas será que eu estou feliz? Será que eu fiz alguma coisa que possa ser deixada de lembrança?

E é nessa hora da madrugada que me faço essas seguintes perguntas, confusa comigo mesmo, porque eu acho que não fiz o suficiente para mim, auto senso critico, ou será a mais pura verdade? Na verdade não sei nem para onde vou, apenas penso que vou para algum lugar, mas talvez não vá à lugar algum. Já quis ser tanta coisa, jamais imaginei na minha vida em ser blogueira acho que isso nem existia quando nasci, eu cresci,mudei e olha eu aqui digitando um texto que talvez ninguém o leia por completo, ou que talvez alguém leia e ache que eu precise de um terapeuta. É preciso mesmo, de alguém que me ajude a controlar essa minha ansiedade e me faça querer parar de achar que tudo tem que acontecer rápido, as coisas precisam de esforço para acontecer, mas também precisam de controle.

Já quis ser modelo, mas é meio difícil me equilibrar no salto altíssimo (to aprendendo ainda).Pulei para o modelo  fotográfico, mas já viu modelo ganhar dinheiro de cara limpa? Investi no jornalismo, cantora, mas sinceramente quando se tem 10 anos você acredita que pode ser tudo até princesa. Com um tempo as coisas mudam, o tempo fica curto  e você mal consegue fazer as coisas do dia a dia, imagine fazer isso, cantando, escrevendo, tirando fotos e saindo por aí com uma câmera na mão? (Há controvérsias).

Não andei de skate, não toquei violão (não cheguei nem a compra-los), medo de ser independente, será que doí? Tantas coisas que eu não fiz, por medo de arriscar, por medo de perder outra, ou simplesmente pelo simples fato de achar que tudo ia chegar na hora certa, na verdade essa hora não existe, ou você faz acontecer ou fica para trás.

Hoje prometi para mim mesma, que vou ser o que quiser, fazer o que quiser, e me arrepender se eu quiser, está na hora de crescer, e fazer o que me deixa feliz.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s