Economia

CUIDAR DO SEU DINHEIRO FAZ SEU CASAMENTO MAIS FELIZ!

dinheiro, casamento

Se existe uma coisa que muita gente tem tabu em conversar, essa coisa se chama DINHEIRO.

Repare: conversamos sobre novelas, filmes, jogos, futebol, religião, política… Mas qual foi a última vez que você conversou com alguém sobre dinheiro? Lógico, não é por isso que a partir de hoje você vai sair falando sobre isso com qualquer um na fila do caixa do supermercado. Mas falar sobre dinheiro, e principalmente cuidar bem dele, é extremamente necessário.

Explico o motivo dessa necessidade de falar e cuidar mais do seu dinheiro, principalmente para jovens casais. No Brasil, a maior parte dos divórcios têm como causa problemas relacionados a dinheiro, principalmente dívidas. Então, se você pretende que seu casamento dure bem mais do que as parcelas do financiamento da festa ou da lua-de-mel, é bom começar a se educar financeiramente desde agora.

O sucesso financeiro de um casal está relacionado com poucas coisas. Não é nada muito complexo, nem difícil. Vocês precisam ter SINCERIDADE um com o outro, e CONFIANÇA. Sinceridade para não ficar mentindo sobre os gastos, sobre aquele sapato que ela comprou no shopping, ou aquele acessório para o carro que ele achou bacana. Esconder os seus gastos do seu parceiro é um dos passos em direção à ruína. A falta de clareza faz com que no fim do mês as contas não fechem, e que não se saiba para onde foi todo o orçamento da casa.

Além disso, falta de sinceridade acaba abalando a confiança um no outro. E casamento sem confiança está condenado ao fracasso, ou no caso, o divórcio. Então quando o assunto é finanças do casal, sinceridade e confiança tem que andar lado a lado.

Quando a conversa sobre dinheiro ocorre naturalmente, a vida fica mais fácil.

Outra coisa muito importante: quando se casa, não existe mais SEU salário e MEU salário. Se vocês se casaram e se propuseram a compartilhar uma vida juntos, essa vida inclui também os salários e as contas. E nunca, nunca mesmo a responsabilidade em relação às contas, poupança, investimentos, aposentadoria deve ficar com apenas um dos dois. Ambos têm que ter conhecimento da situação financeira da família. E se os filhos já tiverem idade para entender isso, eles também devem saber o que se passa. Finanças é um assunto que atinge toda a família, então todos DEVEM SABER qual é a situação econômica da casa. Isso também incentiva que todos colaborem para a melhoria da situação, seja economizando onde podem ou procurando um bico, uma renda extra. Novamente, sinceridade é fundamental.

Se você já passou desse ponto, na sua casa o assunto finanças ocorre naturalmente e sadiamente, então vem a parte fácil da história. São poucos passos que levam à prosperidade financeira de uma família:

1 – Conheça seus gastos

Anote tudo que gasta, seja num caderno, numa planilha ou num aplicativo, e acompanhe mensalmente. Assim vai saber onde pode economizar, onde pode aperfeiçoar as despesas, onde está gastando em excesso. Isso permite localizar os “buracos negros” do orçamento familiar que estão engolindo uma boa parte do seu salário.

2 – Conheça sua renda

Por incrível que pareça, muita gente não tem ideia de quanto recebe, ou sabe quanto ganha, mas confunde salário bruto com líquido. Aprendam: o valor que você recebe que realmente importa para as contas mensais, é o VALOR LÍQUIDO, aquele valor depois dos descontos de INSS, Sindicato, etc.

3 – Gaste menos do que ganha

Sabendo quanto você gasta e quanto você ganha, o próximo passo é fazer sobra dinheiro no final do mês, e não mês no final do dinheiro. Analise onde pode economizar, ou como pode aumentar suas receitas.

4 – Poupança é despesa! Pague-a todo mês

Não entendeu? Explico. Sempre escuto a frase “se sobrar alguma coisa eu guardo” e obviamente nunca sobra nada. Logicamente, para algumas pessoas com salário baixo e muitas despesas, realmente nunca sobra. Mas para a maioria das pessoas, o que falta é disciplina. A partir do momento que você tem um valor que pode ser poupado, esse valor deve ser pago mensalmente como se fosse uma conta. Você tem que se obrigar a poupar. Precisa ter disciplina. Se você deixar pra guardar o que sobrar, nunca vai sobrar nada, porque você vai gastar.

Esse é só o inicio, o básico do básico sobre finanças domésticas. Mas com esses pequenos e simples passos, sua situação financeira já começa a melhorar.

Texto do Marcelo Mussarelli Corghi do site Vida Rica.

Quer ter o seu texto aqui no blog também? Saiba mais.


Vamos ser amigos? Me segue nas minhas redes sociais â¤

PINTEREST ♥ FACEBOOK  ♥ TWITTER  ♥ INSTAGRAM  ♥ TUMBLR  ♥ YOUTUBE

Deseja fazer parceria com o blog, mandar produtos para testes ou divulgar aqui entre em contato pelo e-mail abaixo.

 e-mail: dvblogcap@gmail.com


4 respostas »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.