marketing digital

Você sabe o que significa endomarketing e como aplicá-lo para fazer sucesso em suas páginas online?

Você já ouviu falar do endomarketing? Trata-se de um tipo específico de marketing, voltado para a criação de conteúdo e engajamento de um público bastante interessante: os próprios colaboradores de uma empresa.

A utilização do endomarketing tem como objetivo fazer com que os funcionários se sintam mais próximos da companhia, criando vínculos e sentindo-se dispostos e motivados. Por meio dessa prática, que deve dialogar com o trabalho do RH, são fortalecidas as estruturas da empresa e alcançamos incríveis resultados.

Neste artigo, falaremos um pouco mais sobre o endomarketing, explicando os seus pilares e como ele pode ser implementado nas empresas. Saiba mais:

Marketing interno: como funciona?

O endomarketing une técnicas de comunicação, divulgação e promoção voltadas aos funcionários, que são tratados como clientes a serem cativados e fidelizados.

O objetivo, portanto, é solidificar a companhia perante aqueles que fazem parte dela, gerando engajamento, satisfação, sensação de identificação – o famoso “vestir a camisa” – e demais sentimentos dessa ordem.

Convém dizer que, embora estejamos falando sobre movimentos de diálogo no interior das companhias, não estamos falando sobre comunicação interna. O endomarketing, reforçamos, tem o intuito de tornar a empresa mais atrativa para os próprios colaboradores.

A comunicação interna, por sua vez, existe para garantir que todos os membros de uma corporação estejam alinhados na busca por um objetivo compartilhado, além de divulgar mensagens e valores da organização como um todo.

Ações de endomarketing: como são e quem faz?

O endomarketing está atrelado às atitudes do RH, mas também da equipe de marketing da empresa. Trata-se, portanto, de um campo que exige planejamento e trabalho profissional.

É possível desenvolver ações de endomarketing de diversas maneiras. Entre as mais comuns, podemos citar:

  • Criar e estimular espaços de diálogo entre o RH e os funcionários, permitindo que haja comunicação aberta sobre aquilo que está funcionando e aquilo que não está. É importante que o colaborador perceba que não será censurado pelo que acredita e sente – e isso, na verdade, é uma das coisas mais importantes para fidelizar talentos;
  • Promover ações que visem treinar e reciclar os conhecimentos dos funcionários, garantindo que eles estejam alinhados às perspectivas da empresa e sempre competitivos em relação ao mercado de trabalho;
  • Criar formas de divulgar conteúdos de maneira efetiva, utilizando novos tipos de mídia, como vídeos, infográficos e afins, para garantir que a comunicação interna seja divertida, mas facilmente compreensível;
  • Desenvolver campanhas e ações internas, que visem aumentar a identificação do funcionário com a empresa, mas também com as pessoas que trabalham com ele;
  • Construção de cultura organizacional, frequentemente reforçada por estratégias de comunicação interna e outras ações diárias;
  • Conduzir pesquisas de satisfação, voltadas para a compreensão das circunstâncias que têm gerado problemas no cotidiano dos trabalhadores. É importante que as pesquisas sejam feitas online, sem a necessidade de identificação, já que isso permite ao indivíduo que se expresse livremente, sem medo de represálias;
  • Criação de planos de benefícios corporativos, que evoluem de acordo com o cargo do colaborador ou dialogam com o seu desempenho durante um período específico de tempo. Entre os benefícios mais competitivos estão: plano de saúde de excelência, vale-academia, plano de previdência privada corporativo e possibilidade de home office.

Como implementar o endomarketing?

Por fim, se a companhia ainda não utiliza essa técnica para fidelizar os colaboradores, é preciso seguir um passo a passo para implementá-la.

Como já comentamos, trata-se de uma estratégia que exige, além de planejamento, trabalho profissional. Assim, é fundamental a criação de uma equipe voltada especificamente para a função. Nela, devem existir profissionais com conhecimentos extensos de marketing, é claro, mas também com compreensão do funcionamento da área de Recursos Humanos.

Isto feito, é preciso conhecer de forma mais profunda o corpo de funcionários da empresa. Para tal, pode-se conduzir um questionário individual voltado para a compreensão dos desejos, perfil, objetivos e expectativas dos funcionários.

Em posse desses dados, criam-se os objetivos do endomarketing, que podem ser múltiplos. Se há insatisfação geral com um setor específico, por exemplo, dá-se início a um processo de modificação do setor, o qual inclusive pode ser construído com o apoio dos colaboradores.

Se há a percepção coletiva de que a empresa atua de maneira pouco horizontal, ou seja, que a estrutura é deveras rígida ou autoritária, a equipe pode trabalhar para solucionar a questão, flexibilizando a comunicação e escolhendo novos rumos de ação.

Categorias:marketing digital

1 resposta »

Deixe uma resposta