Beleza

Jejum intermitente: o que é, como funciona?

O jejum intermitente é uma técnica que promete a queima dos estoques de gordura do corpo. Na realidade o jejum intermitente é um método que consiste através de um plano alimentar, onde você vai intercalar os períodos da sua alimentação.

O principal objetivo desse tipo de jejum é fazer com que o corpo utilize os estoques de gordura e com isso você perda massa gorda. No geral esse tipo de plano alimentar indica-se o jejum de 10 a 24 horas sem ser alimentar, o mesmo pode ser realizado de maneira intercalada ou diariamente.

Durante esses períodos o indivíduo pode ingerir líquidos que não possua muitas calorias, podemos citar o café e chá os mesmos sem açúcar e água.

Antigamente, ainda na época paleolítica, medieval o jejum era bem comum, pois o ser humano vivia exclusivamente da caça e não tinha fatura, nem acesso há alimentos o tempo inteiro.

É importante ressaltar que o Jejum intermitente não é um método indicado para todas as pessoas, pois ser não for feito da maneira correta pode trazer danos à saúde do indivíduo.

Como funciona o Jejum Intermitente?

Existem várias opções de jejum intermitente, que requerem mais ou menos tempo de jejum. Porém, discuta esse novo plano alimentar com um especialista seja endocrinologista, nutricionista ou nutricionista a escolha de um método de dieta rápida intermitente ideal.

Como fazer o Jejum Intermitente?

Independente do modo que você escolha realizar o Jejum, esse tipo de dieta envolve:

  • Ingestão de líquidos sem calorias durante o jejum, tais como água, café e até mesmo chás, porém sem açúcar;
  • Defina janelas de alimentação, tais como dia e noite, tenha um plano alimentar;
  • Evite consumir comidas que tenha muitas calorias, isso inclui determinados suplementos, principalmente o Whey Protein.

No jejum intermitente a pessoa deve comer somente quando de fato sente fome, é um dos protocolos primordiais da dieta. Pois você só vai conseguir de fato seguir a risca esse plano alimentar, quando consumir alimentos que proporcione saciedade, tais como legumes, proteínas, fibras e carboidratos ricos.

É importante aprender a diferenciar fome, do seu emocional com a real vontade de comer.

Principais vantagens do Jejum Intermitente:

Saiba que um Jejum intermitente bem feito pode proporcionar muitos benefícios a sua saúde em geral.

Já pensou ter mais energia? Mais concentração e clareza mental? Controle do açúcar que circula no seu corpo?

Através do Jejum Intermitente você pode conseguir tudo isso, além disso esse tipo de plano alimentar ajuda e oferece mais saúde ao coração.

Isso ocorre porque o corpo em jejum usa uma substância chamada β-hidroxibutirato como fonte de energia, que é mais facilmente utilizada pelo corpo. No entanto, é muito importante segui-los apenas sob orientação médica.

Jejum intermitente emagrece?

Ao ser alimentar seu corpo absorve toda essa energia e transforma a mesma em glicose. Para isso, ativa o hormônio insulina, responsável por colocar esse açúcar na célula.

A insulina armazenará energia na forma de tecido adiposo (ou seja, gordura) que as células não usarão.

Após um período de tempo, o consumo de energia se esgota, e o corpo humano é forçado a usar essas reservas. Ele usa glicogênio (uma forma de energia armazenada nos músculos) e tecido adiposo, que ativam hormônios que desempenham um papel na lipólise (lipólise), como o glucagon.

Usando métodos de jejum intermitente, o glucagon e outros hormônios destruidores de gordura passam mais tempo atuando no corpo, ajudando assim a reduzir o peso.

Além disso, o jejum pode prevenir grandes picos de insulina, e picos de insulina podem prevenir a resistência à insulina, mas para isso, deve-se ter cuidado para não consumir quantidades excessivas de carboidratos ao restaurar os alimentos.

Principais desvantagens do Jejum Intermitente

  • Dificuldade de adaptação pois algumas pessoas acham difícil não comer por muito tempo, especialmente aquelas que têm uma dieta rica em carboidratos simples ou comem a cada três horas;
  • Quando esse tipo de dieta é feito sem acompanhamento médico, pode proporcionar malefícios a saúde, ficar muito tempo sem comer pode proporcionar fraqueza, cansaço, desnutrição, desidratação, dificuldade de concentração e também hipoglicemia;
  • Não desconte o tempo que você estar sem comer na próxima refeição, pois você acaba adquirindo uma tendência a compulsão alimentar.

Jejum intermitente contraindicações

Lactantes e gestantes

Mulheres grávidas ou amamentando precisam de mais nutrição.

O jejum intermitente durante a gravidez pode causar síncope, baixo nível de açúcar no sangue e até mesmo baixo peso ao nascer.

Por outro lado, as mães que amamentam precisam de muitos nutrientes, por isso também podem inseri-los no leite para garantir o crescimento saudável de seus bebês.

Pessoas com doenças crônicas

Pessoas que tomam regularmente medicamentos para doenças crônicas como diabetes e hipertensão podem causar alterações no metabolismo, o que pode levar à hipoglicemia.

Portanto, aqueles que recebem este tratamento precisam consultar um médico para ver se a dieta é eficaz e, se for o caso, a medicação deve ser ajustada primeiro.

Além disso, os adolescentes correm maior risco: devido a problemas emocionais e problemas de aceitação, muitas pessoas nesta fase acreditam que o padrão de beleza é a magreza excessiva, e atingir esse objetivo pode ser muito intenso.

Seguir os protocolos de jejum pode levar a distúrbios alimentares graves, como anorexia.

Adolescentes e crianças

Crianças e adolescentes ainda estão em fase de desenvolvimento, portanto, precisam ingerir continuamente uma certa quantidade de nutrientes para crescer e se desenvolver normalmente.

Categorias:Beleza

Deixe uma resposta